Dúvidas Frequentes

  • O que é um implante dentário?
    Os implantes dentários são dispositivos feitos em titânio que servem para substituir a raiz do dente e dar suporte a uma prótese. Os implantes dentários contribuem para uma melhor aparência física e função mastigatória e são indicados para pacientes com perda unitária, parcial ou de todos os dentes. Estes dispositivos, quando ancorados ao osso saudável, permitem uma boa estabilidade na futura dentição do paciente.
  • Se for necessário substituir muitos dentes, é instalado um implante para cada dente?
    Não necessariamente. O cirurgião-dentista irá avaliar o número de dentes que precisam ser recolocados e o tamanho da prótese, e calculará a quantidade de implantes necessária. Cada caso deve ser minuciosamente estudado e planejado.
  • Posso colocar a prótese imediatamente após a cirurgia?
    A técnica pela qual se colocam próteses imediatamente após a cirurgia, ou poucos dias depois da instalação, se chama carga imediata. As próteses utilizadas na carga imediata normalmente são temporárias e devem ser substituídas após algum tempo. Só é possível planejar a carga imediata quando o diagnóstico do cirurgião-dentista aponta uma excelente estabilidade inicial na fixação do implante ao osso e nem sempre isso é estabelecido.
  • É possível saber antes da cirurgia se a instalação do implante permite carga imediata ou não?
    Não. Em alguns casos, é possível prever logo após o exame radiográfico e o planejamento feitos pelo cirurgião-dentista. Contudo, é apenas no momento da instalação do implante que o profissional poderá dar certeza ao paciente.
  • Nos casos em que as próteses não são instaladas no mesmo dia, o que o paciente usa?
    O cirurgião-dentista faz uso de uma prótese provisória. Em algumas situações, no caso de prótese do tipo removível, o paciente poderá receber um material macio, que terá que substituir periodicamente pelo que está no interior da prótese durante o período de espera.
  • Quem pode fazer tratamento com implante dentário?
    A determinação do tratamento depende da avaliação do cirurgião-dentista, que irá determinar se o procedimento de instalação do implante apresenta algum risco à saúde e se existem fatores que possam afetar a capacidade de cicatrização dos ossos ou tecidos moles envolvidos no procedimento.

Quer agendar sua consulta?